RETRATOS | Quotidiano

 

” Pode acontecer que eu seja olhado sem o saber e disso não posso ainda falar, uma vez que decidi tomar como guia a consciência da minha inquietação. Mas muitas vezes (demasiadas, quanto a mim), fui fotografado com conhecimento. Ora, a partir do momento em que me sinto olhado pela objectiva, tudo muda: preparo-me para a pose, fabrico instantaneamente um outro corpo, metamorfoseio-me antecipadamente em imagem.” Roland Barthes in “A Câmara Clara”

Anúncios